"Por Maria, com Maria, em Maria, para Maria."


Eis a solução, fácil, bela, divina. Nada há mais fácil do que amar uma mãe. Que será amar uma tal mãe! Porém, que filho amará mais sua mãe: o filho mais velho que deixa a casa paterna para viver livremente a seu capricho, ou o filho caçula que depende em tudo de sua mãe? D'Ela se alimenta, d'Ela aprende as primeiras palavras, fala e pensa no que ela lhe ensina, pela sua mão dá os primeiros passos.[...] Para ela vão seus primeiros sorrisos e carícias infantis, todos os seus sentimentos e todo o seu amor, a ela corre instintivamente em qualquer perigo. Não é isto uma escravidão?


E qual deve ser minha atitude para com Maria, Tenho que viver como filho que sou, dependendo em tudo d'Ela de tal modo que a minha intenção seja sempre a sua [por Maria], os meios que empregue em todos os meus atos serão sempre os seus [com Maria], hei de esconder-me em seu Coração para viver com essa presença como se realmente vivesse em Maria - e, por fim, vivendo deste modo, dirigirei tudo de tal sorte que redunde não em minha glória, nem em meu proveito, senão unicamente para sua glória e serviço [para Maria]. 


- D. Ildefonso Rodriguez Villar
"Por Maria, com Maria, em Maria, para Maria." "Por Maria, com Maria, em Maria, para Maria." Reviewed by Francisco Nascimento on 11:17 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.