Homilia: Festa do Batismo do Senhor - Ano C

Santo Efrém
Hino 5 da Epifania
“Bendito o que estabeleceu o Batismo para o perdão dos filhos de Adão”

Responsório:
Bendito o que estabeleceu o Batismo
para o perdão dos filhos de Adão.

1. Descei, irmãos, revesti-vos nas águas
do Batismo com o Espírito Santo,
e unam-vos com os espirituais
que servem a divindade!

2. Ela é, de fato, um fogo que, invisivelmente,
assinala também ao seu rebanho,
com os três nomes espirituais
com os quais o Maligno se enche de terror.

3. João, o Batista, que disse aos brados:
“Este é o Cordeiro de Deus”,
mostrou ali, em relação aos povos gentios,
que também eles são filhos de Abraão.

4. Ele deu testemunho de nosso Salvador,
que haveria de batizar com o fogo e com Espírito.
Aqui estão, irmãos, o fogo e o Espírito,
no Batismo da verdade!

5. Na verdade, é maior a piscina batismal
que o Jordão, rio pequeno,
pois nas ondas da água e do óleo
apagam-se as culpas de todo homem.

6. Eliseu, com sete abluções,
purificou a lepra de Naamã;
na piscina batismal se purificam
as culpas invisíveis que existem na alma.

7. Moisés tinha batizado ao povo
no meio do mar, porém não conseguiu
lavar por dentro seu coração,
que estava cheio das manchas das culpas.

8. Agora o sacerdote, à imagem de Moisés,
limpa as manchas da alma,
e marca, por meio do óleo,
aos novos cordeiros para o Reino.

9. Samuel ungiu a Davi
para que fosse rei no meio do povo;
a vós vos unge o sacerdote,
para que sejais herdeiros do Reino.

10. Com a armadura que se vestiu Davi,
com o óleo da unção lutou
e humilhou ao gigante, aquele
que queria escravizar a Israel.

11. Também agora, com o óleo de Cristo,
e com a armadura do interior das águas,
é rebaixado o orgulho do Maligno,
que queria escravizar as nações.

12. Com as águas que manaram da rocha
apagou-se a sede da nação judia;
agora, no manancial de Cristo,
apaga-se a sede das nações.

13. A vara de Moisés abriu a porta
da rocha, e a rocha fez mana fontes,
e se aliviaram com sua bebida
os que estavam exaustos pela sede.

14. Agora, do costado de Cristo,
brotou a fonte da medicina de vida,
e beberam as nações, que estavam exaustas,
e, graças a ela, pereceram também suas enfermidades.

15. Asperge com teu orvalho minha vilania,
e que minhas culpas sejam perdoadas com teu sangue!
Que chegue a estar, Senhor, à tua direita,
e seja unido a teus santos!


Fonte: Lecionário Patrístico Dominical, pp. 556-557.
Homilia: Festa do Batismo do Senhor - Ano C Homilia: Festa do Batismo do Senhor - Ano C Reviewed by Francisco Nascimento on 04:41 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.