Sem verdade a caridade não passa de sentimentalismo

Sem verdade, a caridade cai no sentimentalismo. O amor torna-se um invólucro vazio, que se pode encher arbitrariamente. 

É o risco fatal do amor numa cultura sem verdade; acaba prisioneiro das emoções e opiniões contingentes dos indivíduos, uma palavra abusada e adulterada chegando a significar o oposto do que é realmente.

A verdade liberta a caridade dos estrangulamentos do emotivismo, que a despoja de conteúdos relacionais e sociais, e do fideísmo, que a priva de amplitude humana e universal.

Papa Bento XVI in Caritas in Veritate
Sem verdade a caridade não passa de sentimentalismo Sem verdade a caridade não passa de sentimentalismo Reviewed by Francisco Nascimento on 09:43 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.