Pavilhão e Sino da Basílica de São João de Latrão


Algumas particularidades da Basílica de São João de Latrão, a sé episcopal do Bispo de Roma, e Mãe e Cabeça de todas as igrejas do Mundo

Pavilhão Basilical Lateranense


O Pavilhão Basilical é a insígnia heráldica distintiva da Arquibasílica Papal do Santíssimo Salvador e dos Santos João Baptista e João Evangelista em Latrão.

Enquanto Catedral do Papa, Bispo de Roma, esta é mãe e a mais importante entre todas as igrejas católicas de Roma e do mundo. Este seu particularíssimo estatuto é representado pelo Pavilhão, que tem a forma de uma umbela, um grande chapéu-de-sol de veludo e brocardos amarelos e encarnados (as cores Papais, sucessivamente modificadas pelo Papa Pio VII para branco e amarelo), com pendentes de cores alternadas.

Na realidade, pretende-se que o Pavilhão assuma a forma de uma tenda, representação simbólica seja da Igreja em caminho – que se desloca enquanto Povo que segue Cristo (em procissão) – seja da bíblica “Arca da Aliança” que era transportada pelo Povo de Israel a caminho da Terra Prometida. Evoca também a tenda militar imperial denominada “siníquio” (do latim medieval sinnichium ou sinichium) dentro da qual, na noite de 27 de Outubro do ano de 312, o Imperador Constantino teve a visão que lhe ordenava a apôr aos lábaros (estandartes) do seu exército um sinal cristológico[1]. 

O Pavilhão Basilical simbolizava, assim, quer a Igreja Católica Romana, quer a autoridade Papal sobre esta, e é precisamente com este último significado que o Papa Alexandre VI Bórgia começou a utilizá-lo regularmente, como símbolo heráldico do poder temporal do Papado.

De um mesmo Pavilhão em seda amarela e encarnada fez uso o Reverendíssimo Capítulo Lateranense, e foi concedido um particular privilégio heráldico a todas as basílicas romanas (maiores e menores) dentro e fora da Urbe.

Desde 1521 este é o principal símbolo heráldico da Sede Vacante e do Cardeal Camerlengo da Santa Igreja Romana, precisamente porque o poder temporal continua a existir também nesse período de interregno entre dois Papas.

Sino estacionário lateranense

O sino estacionário basilical é o segundo distintivo próprio da Arquibasílica Papal do Santíssimo Salvador e dos Santos João Baptista e João Evangelista em Latrão.

Este consiste numa campainha montada numa estrutura de madeira em talha dourada (segunda metade do séc. XVII) com a efígie do Santíssimo Salvador e os símbolos do Papado (tiara e chaves cruzadas) e era transportado para abrir o cortejo processional, seguido do Pavilhão Basilical, do Pavilhão do Reverendíssimo Capítulo Lateranense e das duas antiquíssimas Cruzes Estacionárias Lateranenses. Este era tocado constantemente com a dupla função de chamar os fiéis e de sinalizar o passo do cortejo. 

[1] Trata-se do monograma de Cristo, ou cristograma, composto pelas letras “chi” e “roh”, “X” e “P”, as iniciais de “Cristo” em grego.


Nuno Fernandes Thomaz
Pavilhão e Sino da Basílica de São João de Latrão Pavilhão e Sino da Basílica de São João de Latrão Reviewed by Francisco Nascimento on 14:40 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.