Cardeal Sarah recusa cargo no Sínodo sobre os Jovens

O Cardeal Robert Sarah, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, foi eleito membro da Comissão de Informação, responsável pela divulgação de notícias acerca do Sínodo dos Bispos sobre os Jovens, mas declinou esse cargo por "razões pessoais".

O Sínodo dos Jovens está envolto em polêmica desde antes do seu início porque o 'Instrumentum Laboris' - o texto que será usado nos trabalhos do Sínodo - refere-se aos "jovens LGBT". É a primeira vez que um documento oficial da Igreja fala de LGBT, que é uma sigla que já de si se rende à ideologia gay. Vários Bispos pediram ao Secretário do Sínodo, o Cardeal Lorenzo Baldisseri, que o texto fosse mudado, mas o Cardeal respondeu que nada mudaria.

Diversos Bispos, muitos deles americanos, pediram também que o Sínodo fosse cancelado, por não estarem reunidas as condições necessárias, visto que a Igreja se encontra numa grave crise com a divulgação de vários casos de abusos sexuais de menores. Esses Bispos recomendaram que o Sínodo fosse sobre essa crise, de modo a encontrar a melhor forma de limpar a Igreja desses abusadores e evitar que surjam novos casos no futuro.

O Sínodo dos Bispos sobre os jovens começou no passado dia de 3 e decorre no Vaticano até dia 28 de Outubro.
Cardeal Sarah recusa cargo no Sínodo sobre os Jovens Cardeal Sarah recusa cargo no Sínodo sobre os Jovens Reviewed by Francisco Nascimento on 10:51 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.