Visão sobre Jerusalém a ser reedificada

1,1 No oitavo mês do segundo ano de reinado de Dario, a palavra do Senhor foi dirigida ao profeta Zacarias, filho de Baraquias, filho de Ado, dizendo: 2“O Senhor irou-se contra vossos pais. 3Hás de dizer-lhes: Assim fala o Senhor dos exércitos: Voltai-vos para mim, diz o Senhor dos exércitos, e eu me voltarei para vós, diz o Senhor dos exércitos. 4Não sejais como os vossos pais, aos quais os antigos profetas gritavam: Assim fala o Senhor dos exércitos: Abandonai vossos maus caminhos e vossos maus pensamentos; mas não me ouviram nem atenderam, diz o Senhor. 5Onde estão os vossos pais? E os profetas acaso viverão para sempre? 6Mas minhas palavras e preceitos, que comuniquei aos meus servos, os profetas, não chegaram até vossos pais? Pois eles se converteram e disseram: ‘Do modo como o Senhor dos exércitos houve por bem tratar-nos, de acordo com nossos caminhos e conforme nossas obras, assim de fato nos tratou’”.

7 No dia vinte e quatro do décimo primeiro mês, que é o mês Sabat, do segundo ano do reinado de Dario, foi dirigida a palavra do Senhor ao profeta Zacarias, filho de Baraquias, filho de Ado, dizendo: 8“Tive de noite a visão de um homem montado num cavalo vermelho, e ele parou no meio dos mirtos que havia numa depressão; atrás dele havia outros cavalos vermelhos, amarelos e brancos. 9Eu disse: ‘O que são estes animais, meu Senhor?’ Respondeu-me o anjo que falava comigo: ‘Vou mostrar-te o que são’. 10cavaleiro que estava entre os mirtos interveio, dizendo: ‘Eles são os que o Senhor mandou que percorressem a terra’. 11Dirigindo-se ao anjo do Senhor, que estava entre os animais, disseram os cavaleiros: ‘Percorremos a terra, e eis que toda a população da terra está em paz’.

12 Disse o anjo do Senhor: ‘Senhor dos exércitos, até quando negarás misericórdia a Jerusalém e às cidades de Judá, com as quais te iraste? Comeste já faz setenta anos!’ 13E ao anjo que falava comigo dirigiu o Senhor boas palavras, palavras de consolação. 14E o anjo que falava comigo disse: ‘Dize tu em voz alta: Assim falou o Senhor dos exércitos: Tive grande ciúme por Jerusalém e Sião, 15mas também uma grande ira contra as nações fortes que lhes causaram tanta ruína, sendo minha ira até branda. 16Por isso, assim fala o Senhor: Voltarei a Jerusalém com atos de misericórdia. Lá minha casa será edificada, diz o Senhor dos exércitos, e o fio de prumo será estendido sobre Jerusalém. 17Dize, ainda, em voz alta: Assim fala o Senhor dos exércitos: As minhas cidades hão de gozar abundância um dia e o Senhor ainda consolará Sião e ainda escolherá Jerusalém’.

2,1 Levantei os meus olhos e eis que avistei quatro chifres; e disse ao anjo que falava em mim: ‘O que são essas coisas?’ 2Ele disse-me: ‘Estes são os chifres que fizeram a dispersão de Judá, de Israel e de Jerusalém’. 3E o Senhor mostrou-me quatro artesãos; 4e eu disse: ‘Que vêm eles fazer?’ Respondeu: ‘Esses são os chifres do poder que pôs em debandada todos os homens de Judá, a ponto de ninguém levantar a cabeça; e estes homens vieram afugentar e abater os chifres desses povos que arremeteram contra a terra de Judá para despojá-la’”.

Início do Livro do Profeta Zacarias 1,1—2,4
Visão sobre Jerusalém a ser reedificada  Visão sobre Jerusalém a ser reedificada Reviewed by Francisco Nascimento on 11:08 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.