Porque é que as famílias falham?

Se têm tudo para dar certo, porque é que tantas famílias falham? Acima de tudo, por uma razão: porque as famílias se desligam de Deus. Tal como um viajante pelo deserto desfalece se não encontra uma fonte, a família desmorona-se se não bebe a água pura que lhe chega da parte de Deus. Por muitas ilusões que tenhamos, é importante que percebamos que sem Deus nada somos. De resto, o Filho de Deus preveniu-nos com suma clareza: «Sem Mim, nada podeis fazer» (Jo 15, 5).
Para Jesus, é a nossa «dureza» que estraga tudo. É a nossa «dureza» que conduz à falência da família. É a «dureza» da nossa mente — e do nosso coração — que nos impede de ver a verdade da família e de cultivar a beleza da vida familiar.

  1. Perante as objecções dos Seus contemporâneos (cf. Mc 10, 2), Jesus recorda o proto-Evangelho da família. A família, no plano de Deus, consiste na união entre um homem e uma mulher (cf. Mc 10, 6-7). É, portanto, esta a família que Deus quer: a família entre um homem e uma mulher, abertos à geração de novas vidas. E se é esta a vontade de Deus, será legítimo que alguém a modifique? Jesus não deixa lugar a dúvidas: «O que Deus uniu, não o separe o homem» (Mc 10, 9).
Ficam, assim, bem vincadas as propriedades essenciais do matrimônio: unidade e indissolubilidade, com a consequente abertura à vida. Não se trata de um mero projeto ideal. Trata-se, obviamente, de um ideal, mas que há-de tornar-se real, que há-de tornar-se realidade em cada dia.


Frei Francisco Bezerra do Nascimento
Porque é que as famílias falham? Porque é que as famílias falham? Reviewed by Francisco Nascimento on 04:06 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.