Não tenhamos medo de gritar


Por nós, não conseguimos nada. Sem Jesus, nada conseguiremos fazer (cf. Jo 15, 5) e nada conseguiremos ver. Sem Jesus, é só escuridão. Temos de fazer como este homem. Temos de ir ao encontro de Jesus.

Não tenhamos receio de chamar por Ele. Não tenhamos medo até de gritar por Ele. Ainda que muitos nos tentem calar, como tentaram calar o cego (cf. Mc 10, 47), gritemos por Jesus e nunca cessemos de gritar Jesus. Evangelizar também é gritar. Evangelizar é gritar Jesus. É que, se neste mundo há muita cegueira, também há nele uma persistente surdez. Não hesitemos, pois, em gritar. Gritemos Jesus com a voz. Gritemos Jesus com a alma. Gritemos Jesus com o testemunho de vida.

É hora de fazer como este homem. Também nós temos de «dar o salto» (Mc 10, 50). Na vida, há momentos em que não basta dar mais um passo. Na vida, há momentos em que é preciso mesmo «dar o salto».

Este homem percebeu que, para continuar a ver, tinha de seguir Jesus. Nunca mais poderia largá-Lo. Nunca mais poderia afastar-se d’Ele. Foi Jesus que lhe deu a luz.


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

Não tenhamos medo de gritar Não tenhamos medo de gritar Reviewed by Francisco Nascimento on 02:38 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.