Não procure cada um os seus interesses, mas os de Jesus Cristo

Já dissemos o que é tomar o leite. Vejamos o que seja cobrir-se com a lã. Quem oferece o leite, dá o alimento; e quem oferece a lã, presta homenagens. São estas as duas coisas que esperam do povo aqueles que se apascentam a si mesmos e não as ovelhas: lucros para prover a suas necessidades, honras e aplausos.  
Há motivo para se entender a veste como honra, pois cobre a nudez. Todo homem é fraco, e, portanto, é frágil o vosso pastor. Aquele que vos governa não é um homem como vós? Tem corpo, é mortal, come, dorme, levanta-se; nasceu, irá morrer. Se refletes no que é em si mesmo, é um homem. Tu, porém, dando-lhe honra a mais, como que lhe cobres a fraqueza.  
Vede como o próprio Paulo aceitou uma veste do bom povo de Deus: Vós me recebestes como um anjo de Deus. Dou testemunho de que, se fosse possível, teríeis arrancado os olhos para mos dar (Gl 4,14-15). Mas, acolhido com tanta honra, teria, porventura, por causa desta honra, poupado os transgressores para não ser rejeitado e menos aplaudido ao censurar? Se assim tivesse agido estaria entre aqueles que se apascentam a si e não as ovelhas. Diria talvez de si para consigo: “Que me importam? Que façam o que quiserem; meu sustento está garantido, minha boa fama está salva: leite e lã, isto me basta; que cada um se arranje como puder”. Então tudo está perfeito, se cada um se arranjar como puder? Não te vou considerar bispo; imagino-te como um do povo: Se um membro padece, todos os demais membros padecem com ele (1Cor 12,26).  
Por conseguinte, recordando como se haviam comportado com ele, não parecesse esquecido de suas atenções, o Apóstolo dá testemunho de ter sido acolhido como um anjo de Deus e de que, se pudessem, arrancariam os olhos para lhos dar. E, no entanto, foi à ovelha doente, à ovelha infeccionada para cortar a ferida e não para manter a podridão. Assim fala: Logo tornei-me vosso inimigo por pregar a verdade? (Gl 4,16). Reparai: aceitou o leite das ovelhas, como lembramos acima, e vestiu-se com a lã, mas não deixou de cuidar das ovelhas. Porque não buscava seu interesse, mas o de Jesus Cristo.


Do Sermão sobre os pastores, de Santo Agostinho, bispo
(Sermo 46,6-7: CCL 41,533-534)       (Séc.V)
Não procure cada um os seus interesses, mas os de Jesus Cristo Não procure cada um os seus interesses,  mas os de Jesus Cristo Reviewed by Francisco Nascimento on 10:54 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.