Ânimo para os desanimados

Jesus veio corrigir todas as assimetrias, trazendo-as para o centro. Jesus veio engrandecer o que é pequeno. Jesus veio trazer para cima o que está em baixo. Por isso é que Ele era apreciado pelos humildes e incompreendido pelos poderosos. Será que nós, seguidores de Jesus, procuramos dar continuidade às Suas opções? A Igreja de Jesus é para todos, mas é sobretudo para os humildes. A Igreja é para que todos nos tornemos humildes.
Acabemos, pois, com as disputas por lugares e protagonismos. Para a Casa de Deus, ninguém pode ser especialmente convidado, todos devem ser igualmente bem-vindos. E se alguma distinção fizermos, que seja para aqueles que, habitualmente, são mais esquecidos. São esses os que mais precisam de um alento, de uma atenção, de um estímulo.

  1. É sobretudo para os mais simples que, hoje, ressoa uma palavra de conforto. A Primeira Leitura insere uma palavra de ânimo da parte de Deus para o Seu povo, que estava paralisado pelo desespero. No meio da provação, Deus anuncia a proximidade da libertação: «Tende coragem. Não vos assusteis» (Is 35, 4).
Eis o que Deus nos diz sempre, eis o que Deus nos diz a todos. Tenhamos coragem, não nos assustemos. Porquê? Porque Deus está connosco (cf. Is 35, 4). O Seu Filho é o Deus-connosco, o Deus para nós, o Deus em nós. Hoje, Deus continua a estar connosco na Palavra, no Pão e na Missão junto de cada Irmão.


Frei  Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.
Ânimo para os desanimados Ânimo para os desanimados Reviewed by Francisco Nascimento on 10:07 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.