POUCO PRODUZIMOS NO TRABALHO, POUCO PRODUZIMOS NO DESCANSO


Para muitos, já é tempo de férias, o que não quer dizer que seja tempo de descanso. De facto, muito estranha parece ser a nossa época. Não repousamos quando trabalhamos e não repousamos quando descansamos. As ocupações podem ser suspensas, mas há preocupações que nunca são interrompidas. E, como sabemos, as preocupações (des)gastam muito mais que as ocupações.

Parece que vivemos em permanente défice de produtividade. Dizem que não produzimos muito no trabalho e — vá lá saber-se porquê — parece que não produzimos muito no descanso. Cansados estamos antes das férias. Cansados continuamos a estar depois das férias. Nas praias ou nas viagens de veraneio, andamos apressados e ansiosos como sempre. Como repousar em assim? Não são os locais ou as atividades que nos fazem descansar. O que nos faz descansar é um modo de vida diferente.

É curioso notar como Jesus aparece, neste Domingo, preocupado com o descanso dos Seus discípulos. Jesus, que os mandara em missão, convida-os, agora, a descansar (cf. Mc 6, 31). E eles bem precisavam de descanso já que nem tempo tinham para comer (cf. Mc 6, 31). É interessante verificar o tipo de lugar que Jesus escolhe para o descanso. Não convida os discípulos para um local muito frequentado, mas para um sítio isolado (cf. Mc 6, 32). Para descansar, nada como o recolhimento propício à meditação e ao reencontro. E como faz falta que nos reencontremos neste tempo sem tempo e nesta vida que nos vai levando — velozmente — para fora da vida!

Tudo tende a tumultuar nestes tempos sem paragem, sem paz, sem norte e, aparentemente, sem destino. Que falta faz a serenidade, o aconchego de uma presença, a oferta de um sorriso, a paz de um gesto feito com cortesia e compostura. Tentemos ser diferentes neste tempo diferente.


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

POUCO PRODUZIMOS NO TRABALHO, POUCO PRODUZIMOS NO DESCANSO POUCO PRODUZIMOS NO TRABALHO, POUCO PRODUZIMOS NO DESCANSO Reviewed by Francisco Nascimento on 02:43 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.