NÃO FÉRIAS DA MISSÃO, MAS FÉRIAS EM MISSÃO


Em relação ao rebanho, os pastores não são senhores, mas servidores. Afinal, ser pastor não é ser patrão. Porque, no fundo, o pastor orienta, mas é Deus quem conduz. Como cantávamos no Salmo Responsorial, o Senhor é o nosso pastor; é Ele quem nos conduz; é Ele quem nos guia por caminhos seguros; é a Sua bondade e misericórdia que nos acompanham sempre (cf. Sal 23, 1-6).

Percebe-se, então, que Santo Inácio de Antioquia tenha olhado para o Espírito Santo como o «bispo invisível». É este «pastor invisível» que conduz todos os «pastores visíveis», para que todos sejam fiéis e permaneçam unidos.

Peçamos a Deus pelos nossos pastores e para que nos dê a graça de termos sempre pastores à imagem do Bom Pastor. Peçamos a graça de termos pastores que conduzam sempre o rebanho para o Bom Pastor.

A pastoral está sempre em marcha, sempre em ação. A vida pastoral nunca se encerra nem se interrompe. O próprio repouso faz parte da pastoral, ou seja, faz parte da missão do pastor junto das ovelhas. Nunca façamos, pois, férias da missão, mas férias (sempre) em missão. Jesus vai com aqueles que vão. Ele nunca abandona os que plantam em todas as vidas as sementes do Seu amor. Plantemos, então, em todas as vidas as sementes do amor de Jesus!


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

NÃO FÉRIAS DA MISSÃO, MAS FÉRIAS EM MISSÃO NÃO FÉRIAS DA MISSÃO, MAS FÉRIAS EM MISSÃO Reviewed by Francisco Nascimento on 06:13 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.