SERÁ QUE SÓ O MAL É ILIMITADO?


Haverá limites para o bem? Infelizmente, estamos num mundo e vivemos num tempo em que só o mal parece ilimitado. A todas as horas, lidamos com ele. Em toda a parte, sofremos por causa dele. E o que é pior é que, à força de tanto hábito, chegamos ao ponto de colorir o mal com tintas de bem. A maldade parece ter-se apoderado das pessoas aprisionando os seus sentimentos e as suas atitudes.
Jesus confronta os fariseus acerca desta questão: haverá limites para o bem? Haverá dias em que não se possa fazer o bem? Afinal, será mal fazer o bem?

«Será permitido ao Sábado fazer bem ou fazer mal, salvar a vida ou tirá-la?» (Mc 3, 4). Aparentemente ninguém tem dúvidas na resposta, mas, na prática, notam-se muitos bloqueios na vida. O bem, tão exaltado, permanece bloqueado por vulcões de maldade que não cessam. Jesus «estava indignado com a dureza daqueles corações» (Mc 3, 5). Esta é a raiz de toda a maldade: a dureza dos corações. Precisamos de corações puros, não de corações duros. Precisamos de corações que se saibam compadecer e não de corações que façam sofrer.
Nesta vida, há quem estenda a passadeira ao mal e coloque todo o tipo de entraves ao bem. E, quando falham os argumentos, opta-se pela afronta. Os contemporâneos de Jesus ficaram calados (cf. Mc 3, 4). Como não sabiam o que dizer, resolveram fazê-Lo desaparecer (cf. Mc 3, 6). Hoje, infelizmente, continua a ser assim. Há quem ao mal nunca ponha fim.


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

SERÁ QUE SÓ O MAL É ILIMITADO? SERÁ QUE SÓ O MAL É ILIMITADO? Reviewed by Francisco Nascimento on 05:57 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.