NÃO DEIXEMOS FÁTIMA EM FÁTIMA


Efetivamente, quem o Terço recita a vida de Jesus medita. Maria é a grande condutora para a contemplação da obra redentora. Ela não quer adorada. Ela só quer ensinar-nos a adorar. A Sua maior alegria é que sigamos Jesus em cada dia (cf. Jo 2, 5). Só fazendo o que Jesus diz é que deixaremos Maria feliz.
Assim sendo, não deixemos Fátima em Fátima. Procuremos trazer Fátima ao sair de Fátima. Há muitos sinais de vida até Fátima; deixemos que haja sinais de Fátima na nossa vida. «Vestimo-nos» com a nossa vida para chegar a Fátima. «Revistamo-nos» de Fátima ao retomar a nossa vida.

Fátima não pode ser apenas uma experiência diferente no meio de uma vida indiferente. Como bem notou São João Paulo II, Fátima é o Evangelho de sempre para os tempos de hoje. Fátima sabe a Evangelho. Como o Evangelho, Fátima é oração, penitência e conversão. É esta a «medicação» que há-de curar o nosso coração.
Nós, que tanto amamos Maria, não Lhe neguemos esta alegria. Sigamos os passos de Jesus. É para Ele que Ela nos conduz. «Temos Mãe», nunca o esqueçamos. E que os passos de Seu Filho sempre sigamos. Ouçamos sempre a nossa Mãe. Ela, que tudo guardava dentro de Si, continua conosco, hoje e aqui. «Temos Mãe», nunca A deixemos. Com a nossa Mãe, muito mais felizes seremos!

Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

NÃO DEIXEMOS FÁTIMA EM FÁTIMA NÃO DEIXEMOS FÁTIMA EM FÁTIMA Reviewed by Francisco Nascimento on 06:39 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.