Homilia: Santíssima Trindade - Ano B

São João Damasceno
Exposição da fé ortodoxa
“Ó coisa admirável!”

Cremos, portanto, em um só Deus, um princípio sem princípio, incriado, ingênito, que não perece, imortal, eterno, ilimitado, inapreensível, indefinível, onipotente, simples, não composto, incorpóreo, imóvel, impassível, imutável, inalterável, invisível, fonte de todo bem e de toda justiça, luz inteligível e nunca acendida; poder que não pode medir-se com medida alguma a não ser sua própria vontade, porque pode fazer tudo quanto quer. É o Criador de todas as criaturas visíveis e invisíveis, de todas tem cuidado e providência, e as conserva; tem o poder sobre todas as coisas, as quais dirige e governa com um reino que não tem fim e é imortal; nada pode opor-se a ele, tudo preenche, nada pode abarcá-lo, mas, pelo contrário, ele abarca todas as coisas, as contém e zela por elas. Penetra todas as substâncias de maneira puríssima e em todas repousa. Eleva-se sobre toda substância como o mais sublime; e sobre tudo o que existe, como o mais excelente, e a tudo transborda. Ele estabelece os principados e ordens, e encontra-se acima de toda ordem e principado, acima da substância, da vida, palavra e pensamento. Ele é a própria luz, a própria bondade, a própria vida, a própria essência, já que não recebeu de outro nem o ser nem qualquer uma de suas propriedades. Ele é a fonte do ser de todos os seres, a vida dos viventes; ele participa de seu Verbo as criaturas racionais; é a causa de todos os bens; vê todas as coisas antes que existam.
Todo ser racional o reconhece e o adora com uma só adoração, e crê e venera a única substância, única divindade, único poder, única vontade, única operação, único princípio, única autoridade, único senhorio, único reinado, em três hipóstases perfeitas; porque estas estão unidas sem confusão, e são distintas sem separação.
Ó coisa admirável! Cremos no Pai e no Filho e no Espírito Santo, nos quais fomos batizados. Porque assim ordenou o Senhor aos apóstolos que batizassem, ao dizer-lhes: Batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
Cremos no único Pai, princípio e causa de todos os seres; não gerado por ninguém; o único que existe incausado e ingênito; Criador de todas as coisas; Pai único por natureza de seu Unigênito Filho o Senhor Deus e Salvador nosso Jesus Cristo, do qual procede o santíssimo Espírito.


Fonte: Lecionário Patrístico Dominical, pp. 515-516.
Homilia: Santíssima Trindade - Ano B Homilia: Santíssima Trindade - Ano B Reviewed by Francisco Nascimento on 18:23 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.