NÃO PASSAR POR CRISTO, MAS PERMANECER EM CRISTO


O segredo para vencer o impossível é ficar com Cristo, é permanecer em Cristo. Aliás, é o apelo do próprio Jesus Cristo, transmitido por São João, usando um verbo que aparece recorrentemente nos seus textos: o verbo «permanecer». «Permanecei em Mim, diz Jesus, e Eu permanecerei em vós» (Jo 15, 4).
Eis o que falta, eis o que urge: permanecer em Cristo. O que, habitualmente, fazemos é ausentar-nos de Cristo ou, então, passar fugidiamente por Cristo. Deste modo, corremos o sério risco de nos tornarmos meros «turistas de Cristo». Como é sabido, turismo vem do francês «tour», que significa «volta». Frequentemente, é isso que fazemos: andamos ligeiramente à volta de Cristo e, depois, voltamos à nossa vida longe de Cristo. Nunca esqueçamos isto: um cristão não pode viver sem Cristo. Cristo não é para passar, é para permanecer. Não nos limitemos, pois, a passar por Cristo; permaneçamos sempre em Cristo.

É que à capitulação perante o impossível soma-se a ilusão de contarmos unicamente com as nossas forças na relação com o possível. Sucede que um problema resolve-se com uma solução, não com uma ilusão. É que mesmo na relação com o possível não bastam as nossas forças. As nossas possibilidades são sempre limitadas. Só em Cristo conseguiremos usar devidamente o que nos foi concedido. Importa perceber que tudo é dom de Deus. Nada é nosso. Nem nós somos nossos. Nós também somos de Deus. Como entender, então, que queiramos ser felizes longe de Deus?
Ainda recentemente, a Congregação para a Doutrina da Fé recordava que «a salvação que Deus nos oferece não é alcançada apenas pelas nossas forças individuais […] mas através das relações nascidas do Filho de Deus encarnado e que formam a comunhão da Igreja».


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

NÃO PASSAR POR CRISTO, MAS PERMANECER EM CRISTO NÃO PASSAR POR CRISTO, MAS PERMANECER EM CRISTO Reviewed by Francisco Nascimento on 02:17 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.