É PRECISO «INCENDIAR» OS CORAÇÕES


Um «coração esclerosado» é um coração incapacitado, que não vê ou vê de modo enviesado. Um «coração esclerosado» não supera as muralhas do eu; enquista sobre si.
É por isso que, como aos discípulos de Emaús, Jesus quer fazer «arder» o nosso coração (cf. Lc 24, 32). Mas será que ainda somos «uma Igreja capaz de aquecer o coração?» É preciso incendiar não as florestas, mas os corações. Para isso, temos de aquecer o nosso coração com a Palavra de Deus e de, com a mesma Palavra de Deus, fazer arder todos os corações.

Foi com o «coração em chamas» que os dois discípulos voltaram de Jerusalém para Emaús. Não obstante a fadiga e o adiantado da hora, ainda recobraram forças para vencer mais doze quilómetros, feitos certamente a pé. E foi também com um coração incandescente que eles e os outros discípulos viram de novo Jesus.
Esta foi a quinta — e última — aparição do Senhor no dia em que ressuscitou. Tal aparição corresponde seguramente à que São João relata no capítulo 20 do seu Evangelho (cf. Jo 20, 19-31) e que ouvimos no passado Domingo. Jesus apresenta-Se de novo no meio da comunidade com o dom da paz (cf. Lc 24, 36). Ele próprio é a Paz (cf. Ef 2, 14). Só n’Ele encontramos a Paz.


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

É PRECISO «INCENDIAR» OS CORAÇÕES É PRECISO «INCENDIAR» OS CORAÇÕES Reviewed by Francisco Nascimento on 02:44 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.