NUNCA ESQUEÇAMOS JOÃO 3, 16


Nunca esqueçamos esta passagem: Jo 3, 16. Nunca esqueçamos que «Deus amou de tal modo o mundo que entregou o Seu Filho único, para que todo o homem que acredita n’Ele não se perca, mas tenha a vida eterna». Meditemos — e vivamos — esta passagem ao longo deste dia, ao longo desta semana, ao longo desta Quaresma, ao longo desta vida.
Tão diferente é Deus! Nós amamos e, por isso, ambicionamos possuir. Deus ama e, por isso, não se cansa de dar, de Se dar. Deus é um amor que dá, que Se doa, que perdoa. Tudo é perdoado por este amor. Nada há acima deste amor. Por conseguinte, não tenhamos medo de vir ao encontro deste amor. Amanhã já é tarde. O amor de Deus urge. O amor de Deus é urgente.

Deus abastece-nos com doses intermináveis de «vitamina C», de «vitamina Cristo». Jesus Cristo é o amor de Deus feito presença. Nem a morte O faz recuar. Mesmo depois da morte, continua a dar-Se, a dar-Se-nos.
Deus não quer a condenação de ninguém. Ele «não enviou o Seu Filho para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele» (Jo 3, 17). O Seu amor é infinitamente maior que o nosso pecado. O Seu amor consegue apagar — e afogar — o nosso pecado. Deus é rico: não em riquezas, mas em misericórdia (cf. Ef 2, 4). Como refere São Paulo, é de graça que estamos salvos (cf. Ef 2, 5).

Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

NUNCA ESQUEÇAMOS JOÃO 3, 16 NUNCA ESQUEÇAMOS JOÃO 3, 16 Reviewed by Francisco Nascimento on 03:21 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.