A CRUZ TAMBÉM RELUZ


Afinal, a Cruz também reluz, a Cruz também é luz. Só essa luz ilumina, só essa luz elimina. Só essa luz ilumina os nossos olhos e elimina a nossa cegueira.
Na Cruz, está a luz do mundo (cf. Jo 8, 12), a luz para cada pessoa que está no mundo. Sem essa luz, todas as luzes cegam. Sem essa luz, todas as luzes iludem luz, sem dar luz.

Na primeira encíclica que assinou, o Papa Francisco apresenta a fé como uma luz que brilha no meio da escuridão. É essa a luz que nos guia. É olhando para a Cruz que nos sentimos iluminados. A Cruz é a melhor nova na suprema prova. É a mais bela notícia que emerge na maior provação. É quando muito se apaga que muito se ilumina. É quando parece que tudo acaba que tudo verdadeiramente (re)começa.
Esta é uma luz que deve resplandecer mais na nossa vida do que nos nossos olhos. Quem tem uma vida de verdade está na luz porque aquilo que faz vem de Deus (cf. Jo 3, 21). Pelo contrário, quem pratica más ações odeia a luz (cf. Jo 3, 20). Daí que o Batismo, sacramento eminentemente pascal, seja um acontecimento iluminador, um acontecimento de iluminação.

Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

A CRUZ TAMBÉM RELUZ A CRUZ TAMBÉM RELUZ Reviewed by Francisco Nascimento on 03:11 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.