MAIS ESPIRITUALIDADE GERA MAIOR SOLIDARIEDADE


A Confissão abre-nos a Deus e, em Deus, ao nosso irmão. É que quem se fecha a Deus, também se fecha aos outros. O amor a Deus e o amor ao próximo foram por Cristo unidos de tal forma que quem ama a Deus tem de amar o seu irmão (cf. 1Jo 4, 21).
Há, pois, uma imensa sabedoria na proposta quaresmal. A mudança no mundo tem de começar pela transformação de cada pessoa que há no mundo. Se nós não mudarmos, como poderemos esperar que o mundo mude?

Os dois maiores eixos do tempo quaresmal são a espiritualidade e a solidariedade. Não é possível seguir Jesus sem O acompanhar no Seu silêncio no deserto (cf. Mc 1, 12). Desde logo, porque só na medida em que O acompanharmos no silêncio, estaremos em condições de acolher a Sua palavra. Sabemos que não é fácil criar silêncio no barulhento mundo de hoje. Vivemos cercados por toneladas de ruído: de ruído sonoro e de ruído visual. Mas se o silêncio não nos procura, temos de ser nós a procurar o silêncio. Fazer silêncio é muito mais do que estar calado. É criar uma predisposição para a escuta: para a escuta de Deus, para a escuta do outro, para a escuta da vida.
A solidariedade ajudar-nos-á a fortalecer a nossa relação com o próximo a partir de Deus. Aqui se compendia, aliás, todo o ensinamento de Jesus. Ele fala-nos de Deus como Pai e, nessa medida, apresenta-nos cada ser humano como Irmão. É por tudo isto que a Quaresma é um precioso auxílio para escovar a poeira do egoísmo que nos infecta.

MAIS ESPIRITUALIDADE GERA MAIOR SOLIDARIEDADE MAIS ESPIRITUALIDADE GERA MAIOR SOLIDARIEDADE Reviewed by Francisco Nascimento on 02:24 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.