Os pecados do povo e a intercessão de Moisés

 Naqueles dias, Moisés falou ao povo, dizendo:
7“Lembra-te, não te esqueças de que modo provocaste a ira do Senhor teu Deus no deserto. Desde o dia em que saíste do Egito até chegares a este lugar, foste rebelde ao Senhor. 8Já em Horeb o provocastes e ele, irado, vos quis exterminar. 9Quando subi à montanha para receber as tábuas de pedra, as tábuas da aliança que o Senhor havia concluído convosco, fiquei lá quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão nem beber água. 10Então o Senhor me deu as duas tábuas de pedra escritas com o dedo de Deus, nas quais estavam todas as palavras que o Senhor vos tinha dito na montanha, do meio do fogo, quando todo o povo estava reunido. 11E, passados quarenta dias e outras tantas noites, o Senhor me deu as duas tábuas de pedra, as tábuas da aliança, 12e me disse: ‘Levanta-te, desce imediatamente daqui, porque pecou o povo que tiraste do Egito. Depressa se desviaram do caminho que lhes prescrevi, fazendo para si uma imagem fundida’. 13E o Senhor tornou a dizer-me: ‘Já vi que este é um povo de cabeça dura.
14Deixa-me destruí-lo e apagar o seu nome debaixo dos céus. Mas de ti farei uma nação mais poderosa e mais numerosa do que este povo’.15Pus-me, então, a descer a montanha que estava toda em fogo, trazendo em minhas mãos as duas tábuas da aliança. 16E olhando, percebi que havíeis pecado contra o Senhor vosso Deus. Tínheis feito um bezerro fundido, não tardando a afastar-vos do caminho que o Senhor vos traçara. 17Tomei, então, as duas tábuas e com minhas mãos arremessei-as ao chão, quebrando-as ante os vossos olhos. 18Depois prostrei-me na presença do Senhor, como da primeira vez, durante quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão nem beber água, por causa dos pecados que havíeis cometido, fazendo o que desagrada ao Senhor, provocando-o à ira. 19Temi, então, sua indignação e sua cólera, com que o Senhor vos ameaçava, a ponto de vos querer exterminar. Mas ainda desta vez o Senhor me ouviu. 20O Senhor também estava fortemente irritado contra Aarão e queria fazê-lo perecer, mas então eu intercedi também em favor de Aarão. 21Quanto à obra do vosso pecado, o bezerro que tínheis feito, agarrei-o e atirei-o ao fogo. Depois de esmigalhá-lo bem, até reduzi-lo ao pó, lancei o pó à água da torrente que desce da montanha.
25E estive prostrado diante do Senhor, quarenta dias e quarenta noites, durante os quais lhe rogava humildemente que não vos exterminasse como tinha ameaçado. 26E orando, disse: Senhor Deus, não destruas o teu povo e a tua herança que tu resgataste com a tua grandeza, e tiraste do Egito com mão forte. 27Lembra-te de teus servos Abraão, Isaac e Jacó; não olhes para a obstinação deste povo, nem para a sua impiedade e seu pecado; 28para que os habitantes do país donde nos tiraste não digam: ‘O Senhor não podia introduzi-los na terra que lhes tinha prometido. Tirou-os daqui, porque os odiava, para fazê-los morrer no deserto’. 29Eles, no entanto, são teu povo e tua herança, que tiraste do Egito com teu grande poder e teu braço estendido”.


Do Livro do Deuteronômio             9,7-21.25-29
Os pecados do povo e a intercessão de Moisés  Os pecados do povo e a intercessão de Moisés Reviewed by Francisco Nascimento on 17:02 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.