O juízo de Deus sobre Jerusalém

Ai de ti, Ariel, Ariel,
cidade que Davi sitiou!
Junte-se ano a ano,
girem os ciclos das festas,
depois eu farei cercar Ariel;
haverá grande tristeza e aflição
e ela será para mim como “Ariel”.
3
 Vou rodear-te como num círculo completo,
e levantar trincheiras ao teu redor
e fortificações para o assédio.
4
 Serás humilhada; falarás do chão,
a tua voz a custo se ouvirá desde o pó;
– como uma voz espectral da terra.
A tua fala é um sussurro que vem do solo.
A multidão dos teus inimigos será como poeira fina
e a soldadesca, como cisco voando.
Mas de repente, num instante,
chegará a visita do Senhor dos exércitos,
com trovões e tremores de terra,
grandes estrondos, ventos e tempestades,
e incêndios devastadores.
7
 Será como o sonho de uma visão noturna
essa multidão dos que combatem contra Ariel,
contra ela e suas fortificações,
contra todos os seus opressores.
Como o faminto que sonha estar comendo
e sente, ao despertar, o estômago vazio;
e como o sedento que sonha estar bebendo
e, depois de acordar, sente o aperto da sede
sobre o estômago vazio;
assim estará a multidão de todos os povos
que guerreiam contra o monte Sião.

Do Livro do Profeta Isaías         29,1-8
O juízo de Deus sobre Jerusalém O juízo de Deus sobre Jerusalém Reviewed by Francisco Nascimento on 04:01 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.