NÃO NOS AFASTEMOS DA ESPERANÇA PORQUE A ESPERANÇA (TAMBÉM) NÃO SE AFASTA DE NÓS

A nossa missão tem muito de João. Afinal, o Esperado já está ao nosso lado. Como enviou João, também nos envia a cada homem, nosso irmão. Por conseguinte, é para nós que ressoa o que escutamos no divino apelo: «Consolai, consolai o Meu povo. Falai ao coração de Jerusalém» (Is 40,1). É por nós que Deus quer consolar os desconsolados, os que sofrem. É por nós que Ele quer dizer a todos que está a chegar (cf. Is 40, 9).
Deus não intervém à distância. Ele está sempre à nossa beira, ao longo da nossa vida inteira. Deus quer encontrar-nos na paz (cf. 2Ped 3, 14). Só na paz poderemos acolher o Portador da Paz!

Para esta missão, é preciso ir com urgência, mas também com paciência. O futuro pertencerá àqueles que acreditarem que a história não acaba hoje. O futuro pertencerá àqueles que, hoje, fizerem tudo para que o amanhã seja melhor. As evidências não ajudam. Mas a esperança é mais importante quando ela de nós parece mais distante.
Não nos afastemos da esperança porque a esperança também não se afasta de nós. A esperança não assegura tudo o queremos, mas mobiliza-nos para construir tudo aquilo que sonhamos. É por isso que, como escreveu notavelmente Charles Péguy, a esperança espanta o próprio Deus.



Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.
NÃO NOS AFASTEMOS DA ESPERANÇA PORQUE A ESPERANÇA (TAMBÉM) NÃO SE AFASTA DE NÓS NÃO NOS AFASTEMOS DA ESPERANÇA PORQUE A ESPERANÇA (TAMBÉM) NÃO SE AFASTA DE NÓS Reviewed by Francisco Nascimento on 11:13 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.