DEUS SÓ PRONUNCIOU UMA PALAVRA E EM SILÊNCIO!

O Natal inaugura o dia em que os mais estranhos se entranham. É o dia em que Deus vem morar com o homem. A Primeira Leitura fala-nos de uma casa (cf. 2Sam 7, 4). Maria foi a casa que Deus escolheu para habitar neste mundo. Cada um de nós, como Maria, é chamado a ser habitação de Deus nesta terra.

É por isso que aquilo que aconteceu em Maria foi obra de Deus, não de qualquer ser humano. Foi Deus que, em Maria decidiu fazer-Se homem. Nenhum homem teria poder para tal.

Tal como Maria deixou que o Filho de Deus Se fizesse carne na Sua carne (cf. Lc 1,31-33), é fundamental que também nós deixemos que o mesmo Filho de Deus Se faça vida na nossa vida. Maria serva é o modelo para uma Igreja que tem de ser (cada vez mais) serva. Maria é senhora porque aceitou ser serva. O seu «sim» faz de Maria inteiramente feliz até ao fim.

Está aqui o grande mistério, que por nós vela e que no Natal se desvela. São Paulo fala-nos de um mistério «mantido em silêncio por tempos sem fim» (Rom 16,25). E é no silêncio que, em Cristo, esse mistério se manifesta (cf. Rom 16,25-26).



Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante