Denúncia dos ímpios e exortação aos fiéis

Judas, servo de Jesus Cristo e irmão de Tiago, aos eleitos bem-amados em Deus Pai e guardados para Jesus Cristo: 2a vós, misericórdia, paz e amor em abundância!  
Caríssimos, enquanto eu estava todo empenhado em escrever-vos a respeito da nossa comum salvação, senti a necessidade de mandar-vos uma exortação a fim de lutardes pela fé, que, uma vez para sempre, foi transmitida aos santos. 4É que se insinuaram certas pessoas, das quais desde há muito estava escrito o seguinte juízo: ímpios que abusam da graça do nosso Deus para a dissolução e renegam o nosso único soberano e Senhor, Jesus Cristo. 
Quero lembrar-vos a vós, já instruídos, que o Senhor uma vez salvou todo o povo do Egito, mas numa segunda oportunidade fez perecer os que não foram fiéis. 6E os anjos que não conservaram a sua dignidade, mas abandonaram a sua própria morada, ele os guardou presos em cadeias eternas, debaixo das trevas, para o juízo do grande dia. 7Assim também Sodoma e Gomorra e as cidades vizinhas, que do mesmo modo praticaram imoralidade e vícios contra a natureza, foram postas como exemplo, castigadas com fogo eterno. 
Do mesmo modo, essas pessoas, levadas por seus devaneios, mancham a carne, desprezam o senhorio de Deus e insultam os seres gloriosos.  
12 Estas pessoas são a desonra de vossos banquetes comunitários. Banqueteiam-se sem vergonha, apascentando-se a si mesmas. São nuvens sem água, que passam levadas pelo vento. São árvores do fim do outono, sem frutos, duas vezes mortas, desarraigadas. 13São ondas do mar que espumam suas próprias abominações; estrelas errantes, às quais são reservadas para sempre densas trevas. 
17 Vós, porém, amados, lembrai-vos das palavras preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo, 18que vos diziam: “Nos últimos tempos aparecerão zombadores, vivendo ao sabor de suas ímpias paixões”. 19São eles que provocam divisões. São sensuais e não têm o Espírito. 
20 Vós, porém, caríssimos, edificai-vos sobre o fundamento da vossa santíssima fé e rezai, no Santo Espírito, 21de modo que vos mantenhais no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna. 22E a uns, que estão com dúvidas, deveis tratar com piedade. 23A outros, deveis salvá-los arrancando-os do fogo. De outros ainda deveis ter piedade, mas com temor, aborrecendo a própria veste manchada pela carne. 
24 Àquele que é capaz de guardar-vos da queda e de apresentar-vos perante a sua glória irrepreensíveis e jubilosos, 25ao único Deus, nosso Salvador, por Jesus Cristo, nosso Senhor: glória, majestade, poder e domínio, desde antes de todos os séculos, e agora, e por todos os séculos. Amém.


Da Carta de São Judas 1-8.12-13.17-25

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante