Sentença de Deus no banquete de Baltasar

Naqueles dias: 5,1 O rei Baltasar ofereceu um grande banquete aos mil dignitários de sua corte, tomando vinho em companhia deles. 2Já embriagado, Baltasar mandou trazer os vasos de ouro e prata, que seu pai Nabucodonosor tinha tirado do templo de Jerusalém, para beberem deles orei e os grandes do reino, suas mulheres e concubinas. 
5 Naquele mesmo instante, apareceram dedos de mão humana que iam escrevendo, diante do candelabro, sobre a superfície da parede do palácio, e o rei via os dedos da mão que escrevia. 6Alterou-se o semblante do rei, confundiram-se suas ideias e ele sentiu vacilarem os ossos dos quadris e tremerem os joelhos. 7O rei então gritou forte, para que fizessem entrar os magos, os caldeus e os astrólogos; e falou à frente dos sábios da Babilônia: “Aquele que souber ler este escrito e me der uma clara interpretação dele, terá roupas de púrpura e porá ao pescoço um colar de ouro e terá o terceiro posto de comando no meu reino”. 8Então, todos os sábios da corte entraram, mas não conseguiram ler o escrito nem dar a interpretação ao rei; 9por tal motivo, o rei Baltasar ficou muito perturbado, seu rosto alterou-se e até os altos dignitários ficaram constrangidos. 
13 Daniel foi introduzido à presença do rei, e este lhe disse: “És tu Daniel, um dos cativos de Judá, trazidos de Judá pelo rei, meu pai? 14Ouvi dizer que possuis o espírito dos deuses, e que em ti se acham ciência, entendimento e sabedoria em grau superior. 15Há pouco, foram trazidos à minha presença sábios e magos para tentarem ler este escrito e interpretá-lo para mim, mas eles não conseguiram entender o sentido das palavras. 16Ora, ouvi dizer também que sabes decifrar coisas obscuras e deslindar assuntos complicados; se, portanto, conseguires ler o escrito e dar-me sua interpretação, tu te vestirás de púrpura, e levarás ao pescoço um colar de ouro, e serás o terceiro homem do reino.” 
17 Em resposta, disse Daniel perante o rei: “Fiquem contigo teus presentes e presenteia um outro com tuas honrarias; contudo, vou ler, ó rei, o escrito e fazer-te a interpretação. 
25 Assim se lê o escrito que foi traçado: mâne, técel, pársin. 26E esta é a explicação das palavras: mâne: Deus contou os dias de teu reinado e deu-o por concluído; 27técel: foste pesado na balança, e achado com menos peso; 28pársin: teu reino foi dividido e entregue aos medos e persas.” 29E então, por ordem de Baltasar, Daniel vestiu-se de púrpura, e foi-lhe posto ao pescoço um colar de ouro e proclamado o terceiro homem em ordem de poder no reino. 30Nessa mesma noite, foi assassinado Baltasar, rei dos Caldeus. 6,1 E Dario, o medo, assumiu a realeza com a idade de sessenta e dois anos.


Do Livro do Profeta Daniel             5,1-2.5-9.13-17.25―6,1

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante