Revolta de Matatias e sua morte

1 Naqueles dias, Matatias, filho de João, filho de Simeão, sacerdote da linhagem de Joarib, deixou Jerusalém e transferiu-se para Modin. 
15Os delegados do rei Antíoco, encarregados de obrigar os judeus à apostasia, chegaram à cidade de Modin para organizarem os sacrifícios. 16Muitos israelitas aproximaram-se deles, mas Matatias e seus filhos ficaram juntos, à parte. 17Tomando a palavra, os delegados do rei dirigiram-se a Matatias, dizendo: “Tu és um chefe de fama e prestígio na cidade, apoiado por filhos e irmãos. 18Sê o primeiro a aproximar-te e executa a ordem do rei, como fizeram todas as nações, os homens de Judá e os que ficaram em Jerusalém. Tu e teus filhos sereis contados entre os amigos do rei. E sereis honrados, tu e teus filhos, com prata e ouro e numerosos presentes”. 19Com voz forte, Matatias respondeu: “Ainda que todas as nações, incorporadas no império do rei, passem a obedecer-lhe, abandonando a religião de seus antepassados e submetendo-se aos decretos reais, 20eu, meus filhos e meus irmãos, continuaremos seguindo a aliança de nossos pais. 21Deus nos guarde de abandonarmos sua Lei e seus mandamentos. 22Não atenderemos às ordens do rei e não nos desviaremos de nossa religião nem para a direita nem para a esquerda”. 23Mal ele concluiu estas palavras, um judeu adiantou-se à vista de todos para oferecer um sacrifício no altar de Modin segundo a determinação do rei. 24Ao ver isso, Matatias inflamou-se de zelo e ficou profundamente indignado. Tomado de justa cólera, precipitou-se contra o homem e matou-o sobre o altar. 25Matou também o delegado do rei, que queria obrigar a sacrificar, e destruiu o altar. 26Ardia em zelo pela Lei, como Finéias havia feito com Zambri, filho de Salu. 27E Matatias saiu gritando em alta voz pela cidade: “Quem tiver amor pela Lei e quiser conservar a aliança, venha e siga-me!” 28Então fugiram, ele e seus filhos, para as montanhas, abandonando tudo o que possuíam na cidade. 
42 Reuniu-se a eles o grupo dos assideus, israelitas valorosos, cada um deles sinceramente devotado à Lei. 43Do mesmo modo, todos os que fugiam desses males achegaram-se a eles e deram-lhes apoio. 44Tendo formado um exército, feriram os prevaricadores em sua cólera e os ímpios, em seu furor. Os restantes fugiram para junto das nações, a fim de se salvarem. 45Matatias e seus partidários começaram a percorrer o país destruindo altares, 46circuncidando à força os meninos incircuncisos que encontravam no território de Israel, 47perseguindo os filhos da soberba. Em suas mãos a campanha teve pleno êxito, 48de modo que a Lei foi defendida contra os pagãos e seus reis, e não permitiram que o pecador triunfasse. 
49 Quando o fim dos dias de Matatias se aproximaram, ele dise aos seus filhos: “Agora imperam a soberba e o ultraje, é tempo de destruição e de cólera inflamada. 50Agora, meus filhos, sede zelosos pela Lei e dai a vida pela aliança de nossos pais. 
65 Aqui está Simeão, vosso irmão. Sei que é um homem de bom senso. Escutai-o sempre. Será como vosso pai. 66E Judas Macabeu, valente e intrépido desde a juventude, será o comandante de vosso exército e dirigirá a guerra contra o estrangeiro. 67Reuni em torno de vós todos os que observam a Lei e assegurai a desforra do povo. 68Retribuí aos pagãos o que fizeram e cumpri cuidadosamente os preceitos da Lei”. 
69 E, depois de abençoá-los, foi reunir-se a seus pais. 70Morreu no ano cento e quarenta e seis. Foi sepultado no túmulo de seus pais, em Modin, e todo o Israel o pranteou profundamente.


Do Primeiro Livro dos Macabeus             2,1.15-28.42-50.65-70

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante