O testemunho dos Apóstolos e dos profetas

Caríssimos: 12Eis por que sempre vos recordarei estas coisas, embora as conheçais e estejais firmes na verdade que já vos foi apresentada. 13Sim, creio ser meu dever, enquanto habitar nesta tenda, estimular-vos com minhas admoestações; 14estou certo de que em breve será desarmada esta minha tenda, conforme nosso Senhor Jesus Cristo me tem manifestado. 15Portanto, eu me empenharei para que, depois da minha partida, vos recordeis disto.
16 Pois não foi seguindo fábulas habilmente inventadas que vos demos a conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, mas sim, por termos sido testemunhas oculares da sua majestade. 17Efetivamente, ele recebeu honra e glória da parte de Deus Pai, quando do seio da esplêndida glória se fez ouvir aquela voz que dizia: “Este é o meu Filho bem-amado, no qual ponho o meu bem-querer”. 18Esta voz, nós a ouvimos, vinda do céu, quando estávamos com ele no monte santo. 19E assim se nos tornou ainda mais firme a palavra da profecia, que fazeis bem em ter diante dos olhos, como lâmpada que brilha em lugar escuro, até clarear o dia e levantar-se a estrela da manhã em vossos corações. 20Pois deveis saber, antes de tudo, que nenhuma profecia da Escritura é objeto de interpretação pessoal, 21visto que jamais uma profecia foi proferida por vontade humana. Mas foi sob o impulso do Espírito Santo que homens falaram da parte de Deus.


Da Segunda Carta de São Pedro             1,12-21

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante