Maria, sede da sabedoria

1 A Sabedoria faz o seu próprio elogio,
e em Deus será honrada
e no meio do seu povo, glorificada.
2 Abre a boca na assembleia do Altíssimo
e se exalta diante do Poderoso.
3 É glorificada no meio do seu povo,
é admirada na grande reunião dos santos.
4 É louvada entre a multidão dos escolhidos,
é abençoada com os abençoados de Deus.
Ela disse:
5 “Saí da boca do Altíssimo,
a primogênita entre todas as criaturas.
6 E fiz levantar no céu uma luz indefectível
e cobri toda a terra como quede uma nuvem.
7 Habitava nas alturas do céu
e meu trono estava numa coluna de nuvens.
12 Então o Criador do universo me deu suas ordens.
Aquele que me criou marcou o lugar da minha casa,
13 e me disse: ‘Arma tua tenda em Jacó,
toma posse da tua herança em Israel
e no meio do meu povo finca raízes’.
14 Desde o princípio, antes de todos os séculos,
Ele me criou, e nunca mais vou deixar de existir;
15 na morada santa ofereci culto em sua presença,
assim coloquei minha casa em Sião,
repousei na Cidade santa,
e em Jerusalém está a sede do meu poder.
16 Lancei raízes num povo glorioso,
no domínio do Senhor, na sua herança,
e fixei minha morada na assembléia dos santos.
24 Sou a mãe do belo amor e do temor,
do conhecimento e da santa esperança.
25 Em mim se acha toda a graça do caminho e da verdade,
em mim toda a esperança da vida e da virtude.
26 Vinde até mim, vós que me desejais
e saciai-vos com meus frutos!
27 Minha doutrina é mais doce que o mel,
e minha pose mais suave que o favo.
28 A memória de meu nome durará por todas as gerações.
29 Aqueles que comem de mim, terão ainda fome;
e aqueles que bebem de mim, terão ainda sede.
30 Quem me obedece não terá de que se envergonhar,
e os que trabalham comigo, não pecarão.
31 Aqueles que me tornam conhecida,
terão a vida eterna”.

Do Livro do Eclesiástico             4,1-7.12-16.24-31

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante