Visão da glória do Senhor na terra do exílio

3 A palavra do Senhor foi dirigida a Ezequiel, filho do sacerdote Buzi, na terra dos caldeus, junto ao rio Cobar. Foi ali que a mão do Senhor esteve sobre ele. 
Eu vi que um vento impetuoso vinha do norte, uma grande nuvem envolta em claridade e relâmpagos; no meio brilhava algo como se fosse ouro incandescente. 5No centro aparecia a figura de quatro seres vivos. Este era o seu aspecto: cada um tinha a figura de homem. 6Cada um tinha quatro faces e quatro asas. 7Quanto às pernas, tinham pernas retas e patas como as de bezerro; brilhavam como o brilho do bronze polido. 8Por baixo das asas tinham mãos humanas nos quatro lados, pois todos os quatro tinham rostos e asas. 9As asas tocavam-se umas nas outras. Ao moverem-se não se voltavam, mas cada um seguia para onde tinha o rosto voltado. 
10 Quanto à forma das faces, tinham face de homem, face de leão do lado direito de cada um dos quatro, face de touro do lado esquerdo de cada um dos quatro, e face de águia cada um dos quatro. 
11 Cada um tinha duas asas estendidas para cima, que se tocavam umas nas outras e duas asas que cobriam o corpo. 12Cada um caminhava para frente, para onde o espírito o impelia, sem se voltar enquanto se movia. 
13 No meio dos seres vivos aparecia algo como brasas; pareciam tochas acesas, faiscando entre os seres vivos. O fogo cintilava, e do meio do fogo saíam relâmpagos. 14Os seres vivos coriscavam, parecendo raios. 
22 Acima das cabeças dos seres vivos havia uma espécie de firmamento, deslumbrante como cristal, estendido sobre as cabeças. 23Por baixo do firmamento estavam suas asas estendidas, uma em direção à outra, e duas delas lhes cobriam o corpo. 24 E eu ouvi o rumor de suas asas: Era como um estrondo de muitas águas, como a voz do Poderoso. Quando se moviam, o seu ruído era como o barulho de um acampamento; quando paravam, eles deixavam pender as asas. 25O ruído vinha de cima do firmamento, que estava sobre suas cabeças.  
26 Acima do firmamento que estava sobre as cabeças, havia algo parecido com safira, uma espécie de trono, e sobre essa espécie de trono, bem no alto, uma figura com aparência humana. 27E eu vi como que um brilho de ouro incandescente, envolvendo essa figura como se fosse fogo, acima daquilo que parecia ser a cintura; abaixo daquilo que parecia ser a cintura, vi algo como fogo e, em sua volta, um círculo luminoso. 28Ese círculo luminoso tinha o mesmo aspecto do arco-íris, que se forma nas nuvens em dia de chuva. Tal era a aparência visível da glória do Senhor.


Início do Livro do Profeta Ezequiel                 1,3-14.22-28

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante