MISSAS DE NOSSA SENHORA: MARIA, RAINHA E MÃE DE MISERICÓRDIA

38. Santa Maria, Rainha e Mãe de misericórdia
(Para o Tempo Comum)

Introdução
Este formulário celebra dois títulos da Virgem Maria: “Rainha de misericórdia e “Mãe de misericórdia”.
O título de “Rainha de misericórdia” (Ant. de entrada, 2ª opção de Coleta) celebra a benevolência e a dignidade real de Maria, que realiza a figura da rainha Ester (Est 4,17): Maria “sem cessar roga por nós a seu Filho” (Prefácio). Ela é a “Rainha clemente” que “acolhe a todos os que se refugiam junto dela” (idem).
O título de “Mãe de misericórdia” (1ª opção de Coleta, Prefácio, Sobre as oferendas) teria sido dado à Virgem pela primeira vez por Santo Odo de Cluny (séc. X). Este título celebra a maternidade divina de Maria, que gerou Jesus Cristo, “rosto da misericórdia do Pai” (Misericordiae vultus, n. 1). Ao mesmo tempo, se recorda sua maternidade espiritual para com os fiéis: cheia de graça e misericórdia, apresenta as necessidades dos fiéis ao seu Filho, como nas Bodas de Caná (Jo 2,1-11).
Além disso, Maria é também celebrada como profetisa que exalta a misericórdia do Pai: por duas vezes no Magnificat (Lc 1,46-55) ela louva a misericórdia divina. Por isso, nesta Missa pedimos a Deus “exaltar sempre, com a Virgem Maria, a vossa misericórdia” (Oração após a Comunhão).
Por fim, recorda-se que Maria “experimentou singularmente” a misericórdia de Deus (Prefácio), como afirma o Papa João Paulo II: “Maria é, pois, aquela que, de modo particular e excepcional - como ninguém mais -, experimentou a misericórdia” (Encíclica Dives in Misericordia, n. 9).

Antífona de entrada
Salve, Rainha de misericórdia, Mãe de Cristo gloriosa,
consolação dos penitentes e esperança dos aflitos.

Oração do dia
Ó Deus de infinita misericórdia, concedei-nos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe de misericórdia, que, experimentando vossa misericórdia na terra, mereçamos conseguir vossa glória no céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Ou:
Pai santo, ouvi as súplicas dos vossos filhos que, abatidos pelo peso das suas culpas, para vós se voltam, invocando a vossa clemência, pela qual enviastes o vosso Filho como Salvador do mundo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Oração sobre as oferendas
Aceitai, Senhor, os dons do vosso povo, e concedei-nos que, venerando a Virgem Maria como Mãe de misericórdia, sejamos misericordiosos com nossos irmãos e mereçamos assim encontrar-vos indulgente para conosco. Por Cristo, nosso Senhor.

Prefácio
Na verdade, é nosso dever dar-vos graças, é nossa salvação dar-vos glória, em todo o tempo e lugar, Senhor Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, e ao celebrarmos a memória da Virgem Maria, engrandecer-vos com dignos louvores.
Ela é a rainha clemente, que experimentou singularmente vossa misericórdia, e por isso acolhe a todos os que se refugiam junto dela e os ouve quando clamam em sua tribulação. Ela é a Mãe de misericórdia, que sempre se inclina às preces de seus filhos para obter-lhes benevolência e impetrar-lhes o perdão dos pecados. Ela é a servidora da piedade, que sem cessar roga por nós a seu Filho, para enriquecer nossa pobreza com sua graça.
Por Ele a multidão dos anjos adora a vossa majestade na eterna alegria de vossa presença. Pedimos que junteis com eles nossas vozes numa só exultação, cantando (dizendo):

Antífona de Comunhão (Lc 6,36)
Sede misericordiosos como vosso Pai é misericordioso.

Ou (Lc 1,49-50)
O Senhor fez em mim maravilhas:
Santo é o seu nome.
A sua misericórdia se estende de geração em geração
sobre aqueles que o temem.

Oração após a Comunhão
Restaurados pelo alimento celeste, dai-nos, Senhor, nós vos rogamos, exaltar sempre, com a Virgem Maria, a vossa misericórdia e experimentar a sua proteção, pois a proclamamos Rainha clemente para com os pecadores e misericordiosa para com os pobres. Por Cristo, nosso Senhor.

Leitura: Est 4,17n.p-r.aa-bb.hh-kk (“A rainha Ester... procurou refúgio no Senhor”)
Salmo: Lc 1,46-48a.48b-49.50-51.52-53.54-55 (R: v. 50)
Evangelho: Jo 2,1-11 (Bodas de Caná)

Ou:
Leitura: Ef 2,4-10 (“Deus é rico em misericórdia”)
Salmo: Sl 102,1-2.3-4.6 e 8.13 e 17 (R: v. 17a)
Evangelho: Lc 1,39-55 (Visitação e Magnificat)


Fonte:
Lecionário para Missas de Nossa Senhora. Edições CNBB: Brasília, 2016, pp. 160-166.
Missas de Nossa Senhora. Edições CNBB: Brasília, 2016, pp. 203-206.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante