HOMILIA: XXII DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO A

São Cirilo de Alexandria
Sobre a adoração em espírito e verdade
“A Igreja segue a Cristo por toda parte”

Quem quiser me seguir que renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga; ou o que significa o mesmo: “Quem quiser ser meu discípulo que empreenda com valentia a mesma carreira de sofrimentos que Eu trilhei, percorra praticamente o mesmo caminho e ame-o. Esse encontrará descanso em minha companhia e desfrutará de minha intimidade”. Isto é verdadeiramente o que Ele pedia para nós a Deus Pai, quando dizia: Este é o meu desejo: que eles estejam contigo, onde Eu estou.
Estamos também junto com Cristo de outra maneira: quando ainda caminhamos sobre a terra, porém vivemos não de forma carnal, mas espiritualmente, estabelecendo nossa morada e nosso descanso naquilo que lhe agradar. No livro dos Números tens uma imagem desta realidade: Quando se montou a tenda no deserto, diz que a nuvem cobria o santuário; que Deus ordenou aos filhos de Israel colocar-se a caminho ou acampar ao ritmo da nuvem, respeitando exatamente os tempos estabelecidos para a partida. Assim colocou em vigilância aos tentados de indolência sobre o quão perigoso era a transgressão destas normas.
Procuremos agora penetrar o significado espiritual desta figura. Assim que se edificou e apareceu sobre a terra o realmente verdadeiro santuário, isto é, a Igreja, ficou inundado pela glória de Cristo, pois, a meu juízo, não tem outro significado o dado segundo o qual aquele antigo santuário foi coberto pela nuvem.
Portanto, Cristo inundou a Igreja com a sua glória, com esta ressalva: para aqueles que ainda vivem na ignorância e no erro, envoltos nas trevas e na noite, esta glória resplandece como fogo, irradiando uma iluminação espiritual; em vez disso, aos que já foram iluminados e em cujos corações amanheceu o dia espiritual, lhes proporciona sombra e proteção, e os inunda de orvalho espiritual, isto é, dos sobrenaturais consolos do Espírito. Isto é o que significa que de noite aparece em forma de fogo e de dia em forma de nuvem. Porque aqueles que ainda eram crianças necessitavam ser instruídos e iluminados, a fim de chegarem ao conhecimento de Deus; outros, entretanto, situados em um estágio superior e já iluminados pela fé, estavam carentes de proteção e auxílio para suportar com coragem o calor da vida presente e o peso da jornada, pois: Todo aquele que se proponha viver como um bom cristão será perseguido.
Por fim, quando a nuvem se levantava, o santuário também se colocava a caminho, e simultaneamente também os filhos de Israel. A Igreja segue a Cristo por toda a parte, e a santa multidão dos que creem jamais se afasta d’Aquele que a chama para a salvação.



Fonte: Lecionário Patrístico Dominical, pp. 204-205.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante