É O ESPÍRITO (...) A DAR IDENTIDADE AO CRISTÃO

“Jesus não era um pregador comum, pois a sua autoridade vinha da unção especial do Espírito Santo, Jesus é o Filho do Deus ungido e enviado para trazer a salvação, a liberdade. Algumas pessoas se escandalizavam com este estilo de Jesus, a sua identidade e liberdade”

“E nós, podemos nos questionar sobre a nossa identidade de cristãos? É São Paulo que hoje responde”. (...) “Destas coisas nós não falamos com palavras sugeridas pela sabedoria humana. Paulo não pregou porque estudou na Universidade Lateranense, ou na Gregoriana… Não, não! Essa sabedoria lhe foi ensinada pelo Espírito. Ele dizia coisas espirituais em termos espirituais... mas o homem, com suas forças, não compreende o Espírito de Deus: o homem sozinho não pode entender isso!”.

“Por isso se não entendermos bem as coisas do Espírito, não poderemos e nem ofereceremos testemunho, não teremos identidade. Para eles estas coisas do Espírito eram loucura, não eram capazes de entendê-las. Já o homem movido pelo Espírito julga as coisas, é livre e não pode ser julgado por ninguém”.

“Nós temos o pensamento de Cristo, ou seja, do Espírito de Cristo. Esta é a identidade cristã; não ter o espírito do mundo, com seu modo de pensar, seu modo de julgar..."

Papa Francisco - excertos homilia Casa de Santa Marta 02.09.2014

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante