SÓ DEUS SATISFAZ

Nem sempre a necessidade exclui a liberdade. John Locke, por exemplo, achava que «a necessidade de procurar a felicidade é o fundamento da nossa liberdade». De facto, tal necessidade faz-nos bater a muitas portas. Umas estão fechadas. Outras, embora abertas, mostram-nos o vazio e despejam-nos na insatisfação. Porque é que demoramos tanto a perceber que só Deus nos consegue preencher? Para Ele fomos criados. Só n'Ele ficaremos saciados!


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante