INUTILIDADE DAS ALIANÇAS FEITAS COM POVOS ESTRANGEIROS

1 “Ai dos rebeldes, – diz o Senhor –
não contais comigo em vossos planos,
não vos inspirais em mim para fazerdes alianças,
acumulando pecado sobre pecado!
2 Tendes-vos posto a caminho do Egito
mas não me consultastes,
esperando ajuda na força do faraó
e confiando mais na sombra do Egito.
3 Mas a força do faraó será vossa confusão
e a confiança na sombra do Egito será vossa vergonha.
4 Pois, quando os teus príncipes estiverem em Tani
e os teus embaixadores chegarem a Hanes,
5 todos estarão frustrados
devido a um povo que não lhes pode servir;
não será de ajuda e utilidade,
mas de confusão e vergonha”.
6 Oráculo dos animais de Negueb.
Na terra de aflições e angústias,
da leoa e do leão rugidor,
da víbora e do dragão voador,
ei-los carregando suas riquezas no dorso dos animais
e seus tesouros na corcova dos camelos
para um povo que não lhes pode ser útil.
7 Pois o Egito não ajuda de modo algum,
por isso o chamei Raab, a ociosa.
8 Agora vem, escreve sobre a tabuinha na presença deles
e redige isto com cuidado no livro,
para servir, no futuro, de depoimento para sempre.
9 O povo é rebelde,
são maus filhos,
filhos que não querem saber da lei do Senhor.
10 Dizem aos que vêem: “Isto não é para ver”
e aos que profetizam:
“Não nos indiqueis as coisas justas,
falai coisas agradáveis, mostrai-nos coisas alegres.
11 Deixai o nosso caminho, afastai-vos dele,
retirai de nossa frente o Santo de Israel”.
12 Por isso, diz o Santo de Israel:
“Por terdes rejeitado essas palavras
e posto a esperança na maldade e na falsidade,
apoiando-vos sobre elas,
13 por isso, tal iniqüidade será para vós
como uma brecha que está para fazer cair
a parte saliente de um muro alto,
cuja queda súbita, quando não se espera,
acontece de improviso;
14 como se faz em pedaços uma vasilha de barro,
que se quebra com pancada violenta,
de modo a não deixar entre os cacos um só
em que caiba uma brasa da fogueira
ou um pouco d’água do poço”.
15 Isto disse ainda o Senhor Deus, o Santo de Israel:
“Sereis salvos, se buscardes a salvação e a paz,
no silêncio e na esperança estará a vossa força”.
Mas recusastes
16 e dissestes:
“De modo algum, vamos fugir a cavalo”,
por isso fugireis;
e também: “Vamos montar cavalos velozes”,
por isso serão velozes os vossos perseguidores.
17 Pela ameaça de um só, mil se apavoram,
e a ameaça de cinco vos põe todos a correr,
até ficardes como um mastro na ponta do moro
e uma bandeirola no alto da colina.
18 Por isso o Senhor está pronto
a compadecer-se de vós,
e, perdoando-vos, será glorificado
na medida em que o Senhor é um Deus de justiça:
felizes todos aqueles que esperam nele.



Do Livro do Profeta Isaías 30,1-18

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante