HOMILIA: XXI DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO A

São Leão Magno
Sermão sobre sua ordenação 4
“Pedro é escolhido e também proposto à vocação de todos os povos”

De todo o mundo, só Pedro é escolhido e também proposto à vocação de todos os povos, aos Apóstolos e a todos os Padres da Igreja. Embora haja no povo de Deus muitos sacerdotes e múltiplos pastores, todavia propriamente devia Pedro reger a todos, os quais de modo especial Cristo também rege. A divina benevolência, caríssimos, concedeu a este homem uma grande e admirável participação de seu poder; e tudo o que os outros hierarcas têm em comum com Pedro, lhes é concedido por meio de Pedro.
O Senhor pergunta a todos os Apóstolos o que os homens pensavam a seu respeito. Enquanto se trata de explicar as dúvidas da inteligência humana, a resposta é concorde; mas quando se insiste em saber o que pensam os discípulos, o primeiro a confessar o Senhor foi o primeiro da dignidade apostólica. Tendo dito: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo, Jesus lhe respondeu: Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus; isto é, feliz porque meu Pai te ensinou; a opinião terrena não te enganou, mas instruiu-te a inspiração celeste. Não foi a carne nem o sangue quem me indicou a ti, mas Aquele do qual sou o Unigênito.
E eu te declaro, isto é, como o Pai te manifestou a minha divindade, assim também Eu te faço conhecida tua excelência: Tu és Pedro, isto é, sendo Eu a pedra inviolável, a pedra angular, que dos dois povos faz um só, o fundamento além do qual ninguém pode por outro, no entanto, tu também és pedra, porque minha força te santifica, e o que me pertence por outro poder torna-se comum a ti porque tu participas comigo.
E sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Sobre esta fortaleza construirei um templo eterno, e surgirá sobre a firmeza desta fé a sublimidade de minha Igreja a ser inserida no céu. As portas do inferno não prevalecerão contra esta confissão, as cadeias da morte não a prenderão, pois esta palavra é uma palavra de vida. E, assim como eleva até os céus os que a professam, mergulha nos infernos os que a negam.
Por esta razão foi dito a São Pedro: Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus. Transmitiu-se também aos outros Apóstolos o direito de exercício deste poder e a instituição proveniente deste mandato transferiu-se também para todos os príncipes da Igreja; mas não é em vão que é entregue a um o que deve ser recomendado a todos.
Este poder, na verdade, é confiado a Pedro, de maneira singular, por ser Pedro proposto como tipo a todos os chefes da Igreja. Permanece, portanto, o privilégio de Pedro, em toda a parte onde for proferido um julgamento de acordo com a sua equidade. Não é excessiva a severidade, nem a indulgência, onde não for ligado, ou desligado, senão o que Pedro desligar ou ligar.


Fonte: Lecionário Patrístico Dominical, pp. 199-200.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante