FRUTOS ESPIRITUAIS DA COLETA

Irmãos: 1Quanto ao auxílio em favor dos santos, não é necessário escrever-vos. 2Pois conheço as vossas generosas disposições, e é por causa delas que eu me glorio de vós junto aos macedônios, dizendo-lhes: “A Acaia está pronta desde o ano passado”. Aliás, o vosso zelo estimulou grande número de Igrejas.3No entanto, envio os irmãos, para que estejais mesmo prontos, como dizia, e assim não seja considerado sem fundamento o orgulho que sentimos de vós, neste ponto. 4Com efeito, temo que, se alguns macedônios fossem comigo e não vos encontrassem preparados, a nossa confiança em vós fosse motivo de confusão para nós, para não dizer, para vós. 5Julguei, pois, necessário pedir aos irmãos que nos precedam entre vós e preparem, com antecedência, os vossos dons generosos, aliás, já prometidos. E que esses dons sejam mesmo sinal de generosidade e não de avareza.
6É bom lembrar: “Quem semeia pouco colherá também pouco e quem semeia com largueza colherá também com largueza”. 7Dê cada um conforme tiver decidido em seu coração, sem pesar nem constrangimento; pois Deus “ama quem dá com alegria”. 8Deus é poderoso para vos cumular de toda sorte de graças, para que, em tudo, tenhais sempre o necessário e ainda tenhais de sobra para toda obra boa, 9como está escrito:
“Distribuiu generosamente, deu aos pobres;
a sua justiça permanece para sempre”.
10Aquele que dá a semente ao semeador e lhe dará o pão como alimento, ele mesmo multiplicará as vossas sementes e aumentará os frutos da vossa justiça. 11Asim, ficareis enriquecidos em tudo e podereis praticar toda espécie de liberalidade, que, através de nós, resultará em ação de graças a Deus. 12Com efeito, a execução deste serviço sagrado não só provê às necessidades dos santos, mas também faz que se multipliquem as ações de graças a Deus.13Experimentando os efeitos dessa obra de caridade, eles glorificam a Deus por vossa obediência na profissão do evangelho de Cristo e pela generosidade da vossa partilha com eles e com todos. 14E as suas orações por vós mostram a grande afeição que eles vos têm, por causa da graça superabundante que Deus vos concedeu. 15Graças sejam dadas a Deus, pelo seu dom inefável.


Da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios             9,1-15

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante