ATÉ JESUS FOI TOCADO PELA INTRIGA

Nesta vida, ninguém está a salvo de imprecisões sobre os seus atos e sobre a sua honra. Nesta vida, ninguém está a salvo de uma insinuação, de uma calúnia.

Às vezes, a vida parece ser muito injusta e totalmente arbitrária. A uns tudo é permitido, a outros nada é tolerado. No tribunal da opinião pública, uns são idolatrados e outros imolados. Uns são idolatrados mesmo que transportem culpas. E outros são imolados, ainda que carreguem virtudes.

Eis o que, no fundo, acontece a todos ou a quase todos. E eis o que também aconteceu a Jesus. Até Ele, que era a verdade (cf. Jo 14, 6), foi alvejado pela mentira. Até Ele, que passou a vida a fazer o bem (cf. At 10, 38), foi assediado pelo mal e perseguido pela maldade.

Nem Ele escapou à intriga, à difamação e à calúnia. De facto, não faltou sequer quem Lhe chamasse «impostor» (cf. Mt 27, 63) e quem dissesse que estava possuído pelo «príncipe dos demónios» (cf. Mt 12, 25).



Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante