A PAZ É UM IDEAL, MAS NÃO SÓ IDEAL

A paz está atravessada por um paradoxo. Mesmo quando a conhecemos e a construímos, parece que nunca a encontramos. Vivemos a sonhar com a paz e a lidar com conflitos. Hermann Hesse deu voz a este contraste concluindo que «a paz é um ideal». Mas não podemos desistir de (tentar) dar realidade a esse ideal. A paz tem de ser um ideal real. Mas só há paz n'Aquele que é a Paz. Só Jesus pacifica. Não adormece. Para Jesus, a paz não é um anestesiante; é um despertador. Deixemo-nos despertar por Jesus para a paz!



Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante