O PROFETA ELIAS INICIA A SUA MISSÃO NO TEMPO DE ACAB, REI DE ISRAEL

16,29 Acab, filho de Amri, ficou rei de Israel no ano 38 de Asa, rei de Judá. Acab, filho de Amri, ocupou o trono de Israel durante 22 anos. 30Acab, filho de Amri, praticou o que desagrada ao Senhor mais do que todos os predecessores. 31Como se não tivesse bastado andar nos pecados de Jeroboão, filho de Nabat, ainda tomou por esposa a Jezabel, filha do rei da Fenícia Etbaal, e foi prestar culto a Baal, prostrando-se diante dele. 32Ergueu-lhe um altar no templo de Baal que tinha construído em Samaria. 33Acab fez uma estaca sagrada e continuou agindo de modo a irritar ao Senhor Deus de Israel mais que todos os reis de Israel que o precederam. 34No seu tempo Hiel de Betel reconstruiu Jericó. Ao preço de seu primogênito, Abiram, lançou os fundamentos e ao preço do caçula, Segub, colocou as portas da cidade, como o Senhor o tinha predito por intermédio de Josué, filho de Nun.
17,1 O profeta Elias, tesbita de Tesbi de Galaad, disse a Acab: “Pela vida do Senhor, o Deus de Israel, a quem sirvo, não haverá nestes anos nem orvalho nem chuva, senão quando eu disser!”
2E a palavra do Senhor foi dirigida a Elias nestes termos: 3“Parte daqui e toma a direção do oriente. Vai esconder-te junto à torrente de Carit, que está defronte ao Jordão. 4Lá beberás da torrente. E eu ordenei aos corvos que te dê em alimento”. 5Elias partiu e fez como o Senhor lhe tinha ordenado, e foi morar junto à torrente de Carit, que está defronte ao Jordão. 6Os corvos traziam-lhe pão e carne, tanto de manhã como de tarde, e ele bebia da torrente. 7Passados alguns dias, a torrente secou porque não tinha chovido no país.
8Então a palavra do Senhor foi-lhe dirigida nestes termos: 9“Levanta-te e vai a Sarepta dos sidônios, e fica morando lá, pois ordenei a uma viúva desse lugar que te dê sustento”. 10Elias pôs-se a caminho e foi para Sarepta. Ao chegar à porta da cidade, viu uma viúva apanhando lenha. Ele chamou-a e disse: “Por favor, traze-me um pouco de água numa vasilha para eu beber”. 11Quando ela ia buscar água, Elias gritou-lhe: “Por favor, traze-me também um pedaço de pão em tua mão!” 12Ela respondeu:“Pela vida do Senhor, teu Deus, não tenho pão. Só tenho um punhado de farinha numa vasilha e um pouco de azeite na jarra. Eu estava apanhando dois pedaços de lenha, a fim de preparar esse resto para mim e meu filho, para comermos e depois esperar a morte”. 
13Elias replicou-lhe: “Não te preocupes! Vai e faze como disseste. Mas, primeiro, prepara-me com isso um pãozinho, e traze-o. Depois farás o mesmo para ti e teu filho. 14Porque assim fala o Senhor, Deus de Israel: ‘A vasilha de farinha não acabará e a jarra de azeite não diminuirá, até ao dia em que o Senhor enviar a chuva sobre a face da terra’”. 15A mulher foi e fez como Elias lhe tinha dito. E comeram, ele e ela e sua casa, durante muito tempo. 16A farinha da vasilha não acabou nem diminuiu o óleo da jarra,conforme o que o Senhor tinha dito por intermédio de Elias.


Do Primeiro Livro dos Reis                 16,29–17,16

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante