NUNCA ATROPELEMOS NINGUÉM

Há quem esteja na vida apenas para atropelar e para destruir. É triste, mas é a realidade. No entanto, é uma tarefa inglória, além de sórdida. Podem torpedear quem pugna pela verdade e pela justiça, mas não conseguirão bloquear que a verdade se manifeste nem que a justiça sobrevenha.

Pablo Neruda reparou: «Podes cortar todas as flores, mas não podes impedir a Primavera de aparecer». Queiramo-lo ou não, tudo o que tiver de ser, será. O melhor é nunca atropelarmos ninguém!



Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante