História dos Antigos: de Salomão a Jeroboão

14Sucedeu a Davi um filho sábio,
o qual, graças a ele, viveu feliz.
15Salomão reinou em tempo de paz
e Deus concedeu-lhe tranquilidade nas suas fronteiras,
a fim de que construísse uma casa para o seu nome
e preparasse um santuário eterno.
Como eras sábio em tua juventude,
16de inteligência cheio como um rio!
Teu espírito cobriu a terra,
17tu a encheste de sentenças enigmáticas.
Teu nome chegou até às ilhas longínquas
e foste amado na tua paz.
18Por teus cânticos, provérbios, sentenças
e respostas, todo o mundo te admira.
19Em nome do Senhor Deus,
daquele que se chama Deus de Israel,
20amontoaste ouro como estanho,
multiplicaste a prata como o chumbo.
21Mas entregaste o teu corpo a mulheres,
foste escravizado em teu corpo.
22Manchaste a tua glória,
profanaste a tua raça,
a ponto de fazer vir a cólera contra teus filhos
e a aflição por causa da tua loucura;
23erigiu-se um duplo poder,
surgiu de Efraim um reino rebelde.
24Deus, porém, nunca renuncia à sua misericórdia,
não destrói, nem cancela nenhuma de suas palavras,
não recusa ao seu eleito uma posteridade
e não extingue a raça daquele que amou o Senhor.
25Assim deu a Jacó um resto
e a Davi uma raiz nascida dele.
26E Salomão repousou com seus pais,
27deixando atrás de si alguém de sua raça,
28o mais louco do povo e pouco inteligente:
Roboão, que instigou o povo à revolta.
29Quanto a Jeroboão, filho de Nabat,
foi ele quem fez Israel pecar
e ensinou a Efraim o caminho do mal.
Os seus pecados multiplicaram-se tanto
30que os fizeram exilar para longe do seu país;
31porque eles procuraram toda a espécie de mal,
o castigo abateu-se sobre eles.


Do Livro do Eclesiástico 47,14-31

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante