CUIDADO COM O PAI DA MENTIRA

Quando o intelecto começa a avançar no amor por Deus, o demônio da blasfêmia começa a tentá-lo, sugerindo pensamentos como nenhum homem, mas apenas o diabo, seu pai, poderia inventar. Ele faz isso por inveja, para que o homem de Deus, em seu desespero em pensar tais pensamentos, já não se atreve a subir a Deus em sua oração habitual. Mas o demónio não faz mais as suas próprias pontas por este meio. Pelo contrário, ele torna-nos mais firmes. Pelos seus ataques e pela nossa retaliação, crescemos mais experientes e genuínos no nosso amor por Deus. Que sua espada entre em seu próprio coração e que seus arcos sejam quebrados (CF. PS. 37:15: -- ST. Maximou a confessora ~

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante