MUITOS FINAIS?

Para George Steiner, hoje «não há mais começos». O que temos, atualmente, «são muitos finais». Mas não será cada fim prenúncio de um novo começo? Nunca desistamos de (re)começar!


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante