JÓ SUBMETE-SE À MAJESTADE DIVINA

40,1 O Senhor falou a Jó, e disse:
2“O adversário do Todo-Poderoso quer lutar?
O censor de Deus quererá responder?”
3Jó respondeu ao Senhor, dizendo:
4“Fui precipitado.
Que te posso responder?
Porei minha mão sobre a boca.
5Falei uma vez, não replicarei;
uma segunda vez, mas não falarei mais”.
6O Senhor respondeu a Jó do meio da tempestade e disse:
7“Cinge os teus rins como um herói;
vou-te interrogar, e tu me responderás.
8Tu te atreves a anular o meu julgamento,
ou a condenar-me, para seres justificado?
9Se tens um braço como o de Deus
e podes trovejar com voz semelhante à dele,
10reveste-te de glória e majestade,
cobre-te de fausto e de esplendor;
11derrama o ardor de tua ira
e, com um simples olhar, abate o arrogante;
12humilha com o olhar qualquer soberbo
e esmaga os ímpios no chão;
13enterra-os todos juntos no pó
e amara a cada qual na prisão.
14Então eu também te louvarei,
porque a tua direita te poderá dar a salvação”.
 42,1 Jó respondeu ao Senhor, dizendo:
2“Reconheço que podes tudo
e que para ti nenhum pensamento é oculto.
3– Quem é esse que ofusca a Providência,
sem nada entender? –
Falei, pois, de coisas que não entendia,
de maravilhas que ultrapassam a minha compreensão.
4Escuta-me, que vou falar:
eu te perguntarei e tu me responderás.
5Conhecia o Senhor apenas por ouvir falar,
mas, agora, eu o vejo com meus olhos.
6Por isso me retrato
e faço penitência no pó e na cinza”.


Do Livro de             Jó 40,1-14; 42,1-6

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante