ENTRE A FACE E A MÃO

Entre a face e a mão, a decisão está no coração. É mais frequente bater com a mão do que dar a face (cf. Mt 5, 39). Acresce que, mesmo que a face não seja dada, a mão que lhe quer bater acaba sempre por aparecer. Se todos déssemos a face, as mãos serviriam não para agredir, mas (apenas e sempre) para unir!


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante