A PAZ NÃO É UMA SENSAÇÃO, É UMA PRESENÇA

Ser pacífico é muito mais que ser passivo.
A paz não é uma sensação; é uma presença.
Uma sensação é efémera, ao passo que há uma presença que é perene.
Não estamos em paz quando nos «sentimos» em paz. Estamos em paz quando acolhemos Jesus Cristo, que é a paz.
Enquanto as sensações vão e vêm, Cristo permanece.

Se queremos a paz, queiramos Cristo!


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante