UM “DOUTOR DA IGREJA” VIVO, QUE PRIVILÉGIO!

Temos por amor humano, para além daquele que nos é próprio e devido em relação ao que foi Vigário de Cristo na Terra e sucessor de Pedro, hoje Papa emérito, uma enormíssima gratidão a Deus pelo Papa que nos ofereceu há doze anos e cuja data da eleição em 2005 se celebra hoje.

Confessamos-vos a nossa enorme ignorância in illo tempore sobre Joseph Ratzinger, mas graças a bons, diríamos mesmo ótimos conselhos, começámos a “devorar” tudo o que havia publicado em português do então Cardeal Ratzinger, e sem exagero de estilo, podemos afirmar, que cada parágrafo sabia-nos a mel, alguns chegámos a lê-los quatro a cinco vezes de seguida para o saborear na sua plenitude.

Biblioteca Joseph Ratzinger - Roma
Esta paixão, que graças a Deus nos arrebatou, e sem pretender antecipar-nos aos tempos próprios da Igreja, leva-nos a considerar o atual Papa Emérito um “Doutor da Igreja” vivo que se dedicou a divulgar a Palavra e o Amor do Senhor e que hoje pede por nós em oração.

O privilégio que Deus Nosso Senhor nos concedeu a todos, de vermos e ouvirmos Bento XVI durante o seu pontificado, para os como nós só nessa altura o aprenderam a conhecer, é inquestionavelmente uma grande graça, face à descristianização, secularização e relativismo que grassa na sociedade contemporaneamente, com particular incidência na europeia.

Hoje em particular, mas na verdade diariamente, devemos ter presente esta enorme graça e juntarmo-nos à sua oração, pedindo ao Senhor que por intercessão de Nossa Senhora, Mãe de Jesus Cristo e nossa Mãe, a sua proteção na saúde agora que se encontra no Inverno da vida.
Ouvi-nos Senhor!

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante