REFLEXÕES QUARESMAIS

Quaresma – 41ª Reflexão

Senhor, aproximam-se rapidamente os dias da Tua Paixão e eu fico a pensar no Teu coração, e no sofrimento que já neste momento está a passar.

Sabes no Teu intimo que um dos Teus Te vai trair. E como dói a traição!
Uma traição com um beijo, que é afinal um sinal sublime de amor, e nunca de traição.

Já sabes no Teu intimo que todos Te vão abandonar, porque não entenderam ainda Quem Tu és, e sobretudo o que vieste fazer no meio dos homens, e dói-Te, não pelo abandono, mas por eles que ainda não entenderam.

Mas o Teu sofrimento maior, Senhor, deve ser já saberes no Teu intimo, que apesar do Teu imenso sacrifício, da Tua profunda humilhação, da Tua dolorosa Paixão, da Tua ignominiosa Morte, muitos de nós se irão perder, porque não quiseram entender, porque não quiseram crer, porque rejeitaram o amor que sobre todos nós derramas na Cruz.

Estás pronto a subir o Calvário, estás pronto a dar vida por nós, mas nunca estás pronto para aceitar que alguns se vão perder, porque os amas com amor infinito, como amas os que se salvam em Ti.
Quase que desejas, (perdoa-me, Senhor, tal pensamento), retirar a liberdade que lhes deste, para mesmo contra a sua incredulidade, os poderes salvar.

Pois, Senhor, sofres de um modo atroz, porque é um sofrer de amor, o amor de Quem se doa inteiramente.

Sim, eu sei, Senhor, não é por Ti, que sofres, é por nós!


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante