QUE CUIDADO DAMOS À (nossa) ALMA?

Se à nossa alma dispensássemos uma milésima parte dos cuidados que dispensamos ao nosso corpo, a nossa saúde seria muito maior. Os cuidados que dispensamos ao nosso corpo chegam a ser patológicos, o que é uma contradição.

O certo, porém, é que nem com tantos cuidados corporais nos sentimos saudáveis. Esquecemos que somos um todo, pelo que só apostando na totalidade ganhamos vitalidade. É preciso, pois, cuidar, «holisticamente», de todo o nosso ser.


Já dizia Francisco Quevedo que «quem quiser ter saúde no corpo, procure tê-la (também) na alma». Não é «desalmados» que nos sentiremos sossegados. Os antigos já se tinham apercebido de que só com uma alma sã teremos um corpo são. É a alma que nos saúda, que verdadeiramente nos dá saúde!


Frei Francisco Bezerra do Nascimento, OFMConv.

You Might Also Like

0 comentários

Mapa De Visitante